Coronavírus – Uma visão Holística

A pandemia do COVID-19 serviu para entendermos melhor que o processo de evolução da espécie humana se faz necessária, assim como do planeta todo. Já faz algum tempo que as pessoas vêm dizendo que a Mãe Gaia está evoluindo e muitas transformações se fariam presentes na natureza. E a Natureza fez o homem parar, lição para março de 2020.

Mas nem por isso devemos negligenciar as medidas que estão sendo tomadas pelos governos de cada país atingido, sim a necessidade de contenção do vírus em extensão mundial se faz necessária, não só para salvar vidas, mas para ajustes econômicos. O ser humano precisa compreender que a necessidade de reclusão é para pensar no que está acontecendo com a vida em família.

A pergunta é: Porque tudo isso está acontecendo? Qual é o recado do Senhor da Vida?

É hora de se pensar na saúde mental da população, existe desagregação familiar, festas, viagens, bares, drogas e uma infinidade de doenças autoimunes causadas pela falta de saúde mental das pessoas. Vamos pensar profundamente e aproveitar esse momento de reclusão para avaliar como está nossa saúde mental.

Os abraços, os apertos de mãos, as reuniões de amigos, atenção com as crianças, tudo isso já estava deixando de acontecer diante dos avanços tecnológicos. E agora é hora de reavaliar tudo isso. O desamor prolongado, a intolerância difundida por algumas raças, egos inflados de quem tem o poder do dinheiro que machucam os menos abonados, a presença de pai e mãe distante dos filhos entregando à responsabilidade as escolas.

Atos educados e polidos falsos, sem apatia movimentando o mundo dos negócios, expressões vulgares de egoísmo imediatista, precisam ser revistos e colocados para trás, e deixar que toques físicos fraternos e desinteressados sejam fundamentais para a prática do amor humano e de respeito possam fazer parte do nosso dia-a-dia. 

A pandemia se concentrou num vírus, então as famílias são obrigadas a se ajustar para evitar um mal maior, mas será que quando tudo voltar ao normal vai dar pra perceber que o DESAMOR foi o grande culpado de tudo e não um vírus? Vamos refletir sobre o que está acontecendo sobre isso.

Mais URGENTE ainda que a pandemia do vírus é a crise psicológica nos qual estamos mergulhados, o MEDO!

Apendemos nos últimos tempos através da física quântica que podemos atrair tudo o que queremos com a força do pensamento. Então se pensamos só em crise, só em desgraça, só em doença estamos atraindo cada vez mais tudo o que está acontecendo no mundo em nossa direção.

Mude a sua frequência, mude seus pensamentos, emita ondas de AMOR, de CURA, não fique mendigando pra tudo quanto é Santo, fazendo trocas absurdas, pra ter o que você deseja. Sintonize como em ondas de rádio, e as situações cinzentas da sua vida vão começar a se diluir para entrar a luz do SOL, nosso astro rei e mantenedor do nosso planeta, sem luz não há vida.

AMOR é o inverso do MEDO, opostos que não fluem na mesma frequência de energia, uma pessoa egoísta com raiva que vai absorver energias deletérias que consomem a sua vitalidade, ou seja, ela destrói a própria saúde. Já os seres humanos que vivem em Paz e Amor, Respeito, sentem-se livres, plenos e com muita saúde. Resgates cármicos são exceções como tudo na vida precisam ser analisados. A busca pela perfeição está na linha do meio, tudo precisa ter EQUILÍBRIO.

Olhar para a vida e sentir que é pleno, ter consciência de que está aqui nessa Terra para enfrentar desafios, transformar, evoluir necessita de muita meditação para se fortalecer Naquele que chamamos de Pai, Criador de nossa existência, que nos sustenta num bem maior, isto se chama Fé.

E você é capaz de enfrentar os desafios? Suas próprias sombras? e assim mesmo AMAR seus desafetos familiares, companheiros de trabalho e mesmo os que estão fora de seu circulo de amizade, então você encontrou o EQUILIBRIO da vida.

O sentimento humano NÃO pode ser avaliado dentro de um microscópio e ser tratado como um vírus é preciso alertar a população de não entrar em desespero. Mudanças financeiras precisarão de ajustes sim, nossos hábitos terão de ser mudados, um MAL necessário de uma doença viral para fazer o ser humano mudar suas ações. Vamos olhar para nossa vida com urgência, os bens materiais não se leva para o túmulo. Mudar para o que realmente nos importa, nossos relacionamentos são mais urgentes nesse momento.  Veja se tudo o que você mais precisa nesse momento é estocar coisas palpáveis, ou a força familiar e o sentimento de ter vencido uma doença é maior?

Hora de parar e pensar, quanto vale um abraço, um acolhimento, um olhar dentro do outro. Quem tem AMOR não tem doença.

Pense em quem mais precisa em um momento como esse pandêmico.

Lavar as mãos e passar álcool gel é mais fácil…

Espero que não seja preciso um desencarne ainda maior de almas coletivamente, na perda da identidade amorosa de cada ser humano.

Vamos manter o pensamento racional, alimentar-se da melhor maneira possível, beber muita água, fazer a higiene da mãos e seguir as recomendações dos profissionais de saúde, mas sem MEDO, não deixe o pânico tomar conta do seu pensamento.

Vamos manter o pensamento elevado, com alegria formando assim uma corrente de Paz e Amor para alcançarmos uma maior parte daqueles que não conseguem perceber o redemoinho cinzento  em que se encontram perdidos.

Vibrem no AMOR e fortaleçam a Egrégora Angelical que mantém Gaia, nossa Terra viva! A tempestade vai passar…

Marilda Souza – Terapeuta, Aromaterapeuta  ABRAROMA Q266-C0005.

Leave a comment